Vereadora desmonta mentira gentil.

A vereadora oposicionista Thais Coutinho (PSB) durante sessão da Câmara de Vereadores Caxiense que aconteceu ontem, segunda-feira (06/05), usou da tribunal para desmontar uma elaborada trama de mentiras construída pela Prefeitura de Caxias de forma a ocultar óbitos que aconteceram na Ala Vermelha da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caxias (relembre AQUI).

Em seu pronunciamento vereadora revelou ter ficado surpresa com a declaração do médico Elton Constâncio, que em vídeo negou que tenham acontecidos obtidos na UPA Caxiense naquele dia. “Como é que ele vai falar isso para a família da senhora Madalena, do senhor Raimundo, a família da senhora Joana, do senhor Jerson. Como é que ele vai dizer que não morreram?”, indagou Thais Coutinho citando os nomes da vitimas.

A vereadora se disse estarrecida com o papel do médico, que se prestou a mentir. Disse reconhecer esse defeito no prefeito Fábio Gentil (PRB), mas não esperava isso de um profissional da saúde que tem como papel zelar pela saúde e pela ética no ambiente de trabalho.

UPA DE CAXIAS É UM VERDADEIRO MATADOURO

As mortes não param de acontecer dentro da UPA de Caxias, o Prefeito Fábio Gentil não disponibiliza para os profissionais que lá trabalham os recursos mais básicos, assim pacientes e médicos são vitimas em um governo que não fornece insumos e medicamentos para os que procuram ajuda na UPA.

Apenas em abril último a UPA de Caixas acumulou 39 (trinta e nove) óbitos, isso significa que mais de uma pessoa morreu por dia lá dentro, apenas em abril. No ano, o acumulado até aqui apenas na UPA é de 133 (cento e trinta e três) mortes, são 133 pessoas, pais ou mães, filhos ou filhas, que perderam a vida vitimas do descaso do prefeito Fábio Gentil com a saúde pública.

A incompetência do prefeito Fábio Gentil em administrar Caxias, tem ceifado vidas.

Faça um comentário