TRE-MA JULGA IMPROCEDENTE AÇÃO CONTRA o prefeito de Paço do Lumiar Domingos Dutra

O pleno do Tribunal Regional Eleitoral, por 6 X 0, julgou, nesta terça-feira (27), improcedente a Ação de Investigação Judicial Eleitoral em que o MDB, o PRB e a coligação derrotada “Vontade de Todos”, que teve como candidato o ex-presidiário Gilberto Aroso, tentava cassar o mandato do prefeito eleito em 2016, Domingos Dutra (PCdoB), por suposto abuso de poder.
Este foi o segundo processo, com o mesmo teor, que o TRE-MA julga improcedente por absoluta falta de provas e que tinha como única finalidade afastar o prefeito usando os mesmo argumentos da juíza de Coroatá, que se valeu do programa Mais Asfalto para tentar tumultuar a sucessão estadual tornando inelegível o governador Flávio Dino e o secretário Márcio Jerry.
Desta vez os deputados Cleber Verde, Josimar de Maranhão e Edilázio Júnior se uniram aos “irmãos coragem”, aliados de Paço do Lumiar, aliados a oligarquia, fizeram uma aliança para tentar influir no julgamento do processo e cassar Dutra, mas o TRE-MA se encarregou de estragar o plano dos golpistas.

Faça um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá 👋
Como podemos te ajudar?
Envie-nos uma mensagem agora para obter ajuda.
Powered by