Tem cheiro de Sarney no ar

Até parece que o Brasil está voltando ao final dos anos 1980, durante o auge da hiperinflação que marcou o lamentável fim do governo do presidente José Sarney.
Na época, os produtos sumiam dos supermercados. Durante o governo Sarney, os brasileiros tinham que estocar alimentos e encarar altas diárias nos preços.
O país voltou a viver dias sombrios, agora na gestão Michel Temer. Os protestos dos caminhoneiros já afetam a distribuição de alimentos, o transporte e a rotina nos aeroportos.
Sarney é apontado como principal conselheiro de Temer. Coincidência ou não, Temer vai encerrando seu mandato com nível de rejeição tão alto quanto o do oligarca maranhense.
Ironicamente, a filha de Sarney e pré-candidata ao governo do Maranhão, Roseana, tenta a todo custo esconder a aliança que mantém com Temer. Resta saber se o povo vai conseguir esquecer essa desastrosa parceria.
Do Jorge Vieira
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *