Superintendente da CGU faz esclarecimento acerca da operação Topique

Em entrevista concedida pela superintendente da Controladoria Geral da União (CGU) no Piauí, Erika Lobo, foi explicado com detalhes o funcionamento do esquema de fraude em licitação do transporte escolar, envolvendo municípios do Maranhão e Piauí.

Dentre a irregularidades investigadas, a superintendente destacou a prática de conluio entre os participantes da licitação, desclassificação de empresas que apresentassem a menor proposta, subcontratação de serviços e veículos, e o rateio de valores. 
Sobre o período em que os ilícitos foram praticados, Erika Lobo foi enfática ao afirmar que os crimes foram praticados entre os anos de 2013 e 2015. “A investigação é de 2013, em 2015 foi nosso escopo, então foi nesses anos, 2013 a 2015 que foram realizados os relatórios da CGU nesses municípios”
Confira a entrevista da superintendente da CGU na integra abaixo:
 
Voltamos a qualquer momento com mais informações
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *