Sessão de despedida

Hoje na
câmara municipal também foi dia de despedidas. Depois de votarem os projetos
que faltavam, o presidente da casa, vereador Raimundão (PMDB), liberou a tribuna
da casa para que os vereadores fizessem suas últimas considerações do ano, o
que para alguns seria, ao menos por enquanto, suas últimas palavras na casa do
povo.

Vereador Antônio Pires usada da tribuna para se despedir do mandato de vereador.

Dentro
todos os que falaram, quero aqui destacar o discurso do vereador Antônio Pires
(PC do B). Ele que esse ano não disputou cargo ao legislativo, apesar de ter ocupado uma
cadeira no parlamento municipal por 4 mandatos consecutivos, o que significa dizer que foram 16 anos como representante na casa do povo, na legislatura que se finda, ele é o vereador mais
longevo de todos. Também é dele o maior número de indicações e projetos apresentados em favor da população. Antônio Pires saí do legislativo, mas deixa lá sua esposa para continuar sua luta em favor do homem de campo, e da população coelhonetense em geral.   
Em um discurso
sereno, algumas vezes emotivo, Pires fez um balanço de sua atuação parlamentar. Falou do aprendizado que teve naquela casa, e das dificuldades em se fazer política
em Coelho Neto, seja pela população muitas vezes exigente, ou pelo executivo
muitas vezes intransigente. Disse que ao iniciar sua trajetória naquela casa
muitas vezes teve de lidar com o olhar desconfiado que lhe era dirigido, muito
o viam apenas como o “caboco” que por sorte virou vereador. Ressaltou que não se
deixou abalar pelas críticas, e de cada uma delas vez degrau para seu trabalho parlamentar. Foram 16 anos de luta diária, em busca do melhor para a
população coelhonetense. Nesse caminho fez bons amigos, descobriu alguns não
tão amigos assim, mas nunca perdeu de vista seu objetivo em lutar por melhorias
para o povo do campo, afinal foi no campo que tudo começou. Agradeceu aos
amigos parlamentares pela convivência, harmonia e sobretudo pela amizade,
demonstrou também sua gratidão aos servidores da casa que muitas vezes são um
apoio na atividade do vereador de legislar. Falou que agora tem pela frente um
novo desafio, para o qual o povo coelhonetense escolheu a ele e ao Américo. Não
será uma missão fácil, muitas são as dificuldades que tem se apresentado desde
o fim da eleição, mas que tem buscado olhar para tudo com muita humildade e
serenidade. E novamente destacou a gratidão que tem por sua passagem pelo
legislativo municipal, e a população coelhonetense, que lhe confiou 4 mandatos
de vereador e agora lhe deu a missão de ser vice-prefeito.  

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *