Secretária de Educação repreende oposição

A Secretária Municipal de Educação e Cultura de Coelho Neto, Williane Caldas, é reconhecida por sua postura comedida e pela gentileza com que trata a todos. Sensata, quase nunca é vista entrando em disputas desnecessárias ou querelas políticas, discrição é regra em sua conduta.

No entanto, na manhã desta terça-feira (02/04), Williane resolveu responder algumas criticas vem sofrendo nos últimos dias. Em retrospectiva, a Secretária Municipal analisou que aqueles pegam em armas cobrando uma “Educação Melhor”, são os mesmo que até algum tempo atrás fecharam os olhos para os salários de R$ 200 reais que era pago para educadores da rede municipal; são também os mesmo que ignoram o abandono nas obras de escolas/creches que foram iniciadas em 2012 e nunca foram concluídas, e nem sequer buscar saber por que; e que recebem o salario mensalmente, mas não cumpre o dia sequer de trabalho.

“Em vez de soluções para dificuldades existentes do caminho, busca incansavelmente apenas críticas para detonar o “seu governo”, o desejo é sempre que tudo vá muito mal”, pontou a secretária de educação.

Williane ainda citou em seu texto que há muito avanços a serem comemorados, como o fim dos salários de R$ 200 reais e o pagamento do piso da educação para os professores contratados; escolas foram reformadas e equipadas; melhoria na qualidade da merenda escolar através da Agricultura Familiar; além do combater às turmas multisseriadas.

Ao final, a Secretária de Educação e Cultura os convidou a abandonarem o papel de “critico destrutivo” para ser colaborador da cidade, e frisou que Coelho Neto precisa de trabalhadores, e não de pessoas que apenas usam bota e chapéu.

Confira abaixo a postagem da Secretária de Educação na integra

Faça um comentário