Rubens garante que sua experiência o credencia ser o candidato do PCdoB nas eleições em São Luís

Sabatinado por jornalistas de uma emissora de rádio da capital, o secretário de Estado de Cidades e deputado federal licenciado, Rubens Júnior (PCdoB), fez balanço de sua gestão à frente da Secid, e analisou o cenário político e eleitoral para o pleito deste ano.

Com argumentos a seu favor, Rubens Júnior tem ampla experiência como parlamentar, sólida formação como constitucionalista, além do amplo pacote de realizações que vem promovendo desde que assumiu a Secretária de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano. Ainda sobre a escolha do PCdoB, foi pragmático.

“Venho me preparando desde os 22 anos para servir a cidade, com dois mandatos de deputado estadual, dois de deputado federal. Vejo que foi um acúmulo para me preparar para o desafio de governar a cidade. Estou muito focado em fazer gestão voltada para quem mais precisa, como aprendi com o maior professor de política que tenho, que é o governador Flávio Dino”, complementou.

Sobre a importância da lealdade política Rubens foi ainda mais enfático ao destacar que a maioria dos pré-candidatos faz parte do grupo político do governador e que quem tiver mais capacidade de diálogo avançará no processo eleitoral naturalmente e por escolha do povo, não de caciques políticos.

“A maioria dos candidatos são capitaneados pelo grupo do governador. Ao contrário do grupo Sarney em que tudo se decidia numa casa no Calhau, o governador Flávio Dino prefere o modelo democrático. Temos bons quadros, gente preparada, mas a decisão do povo é soberana em todo esse processo”, disse.

Ao explicar a decisão de ser pré-candidato à prefeitura de São Luís, o titular da Secid revelou que se sentiu honrado ao ser escolhido como um dos pré-candidatos do PCdoB, mas que acatará qualquer decisão que o partido venha a tomar.

“No PCdoB não há disputa, há uma construção para que o partido saia mais fortalecido. Não faço política por interesse pessoal e acatarei qualquer que seja a decisão do PCdoB e sei que o partido decidirá no momento oportuno. A verdade é que muitos partidos não têm esses quadros e eu foco na confiança que tenho em minha trajetória para ser escolhido pelo partido”, disse.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *