Recursos de Coelho Neto desviados por Soliney daria para comprar 20 mil cestas básicas ou 120 ventiladores mecânicos.

O ex-prefeito de Coelho Neto, Soliney Silva (MDB), responde hoje a inúmeras ações judiciais por desvios de recursos públicos durante o período em que esteve a frente do município. Em três processos a Prefeitura de Coelho Neto já obteve liminares favoráveis, bloqueado judicialmente quase R$ 6 milhões de reais das contas do ex-gestor. Em uma destas ações o bloqueio alcança toda família de Soliney, esposa e filhos, que receberam, segundo denuncia do MPF, recursos da educação municipal em suas contas.

O total já bloqueado pela Justiça, se retornassem hoje às contas do município, poderia ser aplicado na Educação, Saúde, Infraestrutura. Poderia até mesmo ser usado para a compra de 20 mil cesta básicas de 59 itens que ajudaria famílias nesse período de dificuldade; ou então remédios e insumos para enfrentamento ao COVID-19; quem sabe 120 ventiladores mecânicos para UPA e Hospital Maternidade, enfim… Ajudaria de diversas formas e a toda população.

Durante a gestão de Soliney a cidade sofreu o estigma da corrupção, do desvio dos recursos públicos, como resultado temos diversas obras abandonadas porque o dinheiro foi raspado das contas. Como exemplo, temos Unidades Básicas de Saúde que estão só o esqueleto e que hoje poderiam estar servindo como instrumentos no combate vírus.

Cabe destacar que embora a Justifiça tenha decretado o bloqueio dos bens e dinheiro até alcançar o valor citado acima, nada tem sido encontrado no nome do ex-prefeito para que a medida seja cumprida, o que dificulta o retorno do recursos desviado para as contas do município.

Hoje os recursos desviados pelos Silvas faz falta a toda população.

Comentários do Facebook