Recado para Roseana: “eu posso ser senador, eu posso ser tudo”

Foram com essas palavras que o Senador da Republica, João Alberto (PMDB), demonstrou todas sua contrariedade com as informações de que Roseana Sarney (PMDB), havia resolvido ser candidata ao governo e descartado seu nome na chapa como vice em 2018. 
Roseana fez questão de descartar completamente o outrora “Carcará”, agindo também para impedi-lo de buscar a reeleição ao Senado, destinando as duas vagas para Sarney Filho (PV) e Edison Lobão (PMDB).
Senador João Alberto vem sendo minado pela ex-governadora Roseana Sarney
João Alberto e Roseana Sarney protagonizam uma “guerra fria” pelo comando do PMDB no Maranhão, o senador ressaltou que pode disputar qualquer cargo no pleito do próximo ano. “Eu posso ser senador, eu posso ser tudo. Só decido ano que vem”, avisou.
O Senador lembrou que dentro do partido é preciso chegar a um consenso. O dirigente prometeu aceitar o desejo da maioria. “A minha vontade é a vontade do grupo. Eu sou do grupo. Eu vou seguir o que o grupo decidir sem nenhuma rusga, sem nada”.
Visão muito diferente de Roseana. A ex-governadora atua como se todos os correligionários tivessem que acatar aos seus caprichos. Contudo, o prestígio não é mais o mesmo e João Alberto não pretende facilitar a vida da “Princesa da Odebrecht”.
Fonte: Marrapá
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *