Rafael Leitoa parabeniza trabalho da FUNAC na ressocialização de jovens

 

Rafael Leitoa destaca ações positivas da FUNAC (Fonte: Elias Auê)

No último dia 26, em Timon, o deputado Rafael Leitoa (PDT), participou do Seminário Regional de Socioeducação, cujo tema foi “Fortalecendo a Intersetorialidade na Socioeducação na Região dos Cocais e Médio Parnaíba”. O evento, realizado pelo Governo do Maranhão, via Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), prefeitura de Timon, Ministério Público e Defensoria Pública, foi destaque no pronunciamento do deputado Rafael na manhã desta terça, dia 1º, na Assembleia Legislativa.

No pronunciamento, o deputado apresentou os resultados das políticas de ressocialização de jovens em conflito com a lei, realizadas pela FUNAC e destacou o timonense que participará da Olímpiada Brasileira de Matemática.  Segundo Rafael Leitoa, a ação de diversos setores, imbuídos na  socioeducação, é fundamental para estimular estes jovens, tornando o Maranhão um referencial na reinserção de homens e mulheres, na sociedade. “Uma política importante, que é cuidar das pessoas, principalmente nos dias de hoje, nos quais a cultura do ódio é cada vez mais evidenciada. Vemos que investir na socioeducação, que investir em políticas de proteção à criança e ao adolescente dá resultado”, destacou.

Ao finalizar, Rafael Leitoa parabenizou o excelente trabalho da presidente da FUNAC,  Sorimar Sabóia, que substitui Elisângela Cardoso, falecida há pouco tempo. “Destaco também o grande trabalho que a companheira Elisângela fez durante o período que esteve à frente da FUNAC. Infelizmente, Elisângela não está mais entre nós, mas o seu trabalho deixou um legado para o Maranhão. Fico muito feliz com este pronunciamento, porque, além de mostrar resultado, temos esperança de que todo o ser humano é passivo de recuperação. Basta ter oportunidade e política pública séria, como a realizada pelo Governo do Estado, FUNAC e demais secretarias. E, com certeza, essa política não está mudando apenas a vida desses adolescentes e de suas famílias, mas afeta a sociedade como um todo, porque todos nós ganhamos, porque é um jovem recuperado que, com certeza, não será um adulto cometendo crimes contra a sociedade.”, finalizou.

Faça um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá 👋
Como podemos te ajudar?
Envie-nos uma mensagem agora para obter ajuda.
Powered by