Problemas na UPA de Coelho Neto?

Têm
sido constante na mídia local notícias sobre a UPA de Coelho Neto passar por
problemas que vão desde a falta de médico, a medicamentos, curativos, e pessoas
que não são atendidas prontamente, filas intermináveis. Um cenário de crise
constante é pintado por pessoas que não tem compromisso com a informação clara,
e objetiva.

UPA de Coelho Neto
imagem João Osório 

Consultado
Material Informativo do Governo Federal, é possível encontrar a seguinte
informação no diz respeito a UPA:  “A
UPA pode resolver grande parte das urgências e
emergências, como pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame.
Com isso, ajudam a diminuir as filas nos prontos-socorros dos hospitais
.
As Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Equipes de
Saúde da Família constituem a atenção básica, enquanto o nível intermediário de
atenção fica a encargo do SAMU 192 (Serviço de Atendimento Móvel as Urgência), e
das Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24H), já o atendimento de média e alta
complexidade é feito nos hospitais”
.

Logo quando um paciente dá entrada na UPA, o dever dos
profissionais que lá estão, tanto médico, quanto enfermeiros, é prestar
socorro, controlar o problema, e detalhar o diagnóstico. Eles analisam se é
necessário encaminhar o paciente a um hospital, ou mantê-lo em observação por
24 horas.
O Governo Federal em seu material ainda destaca as diferenças
entre UBS e UPA:


Posto de Saúde bairro Santana
Imagem João Osório


UBS As UBS são locais onde os usuários do SUS
podem receber atendimento médico para diagnóstico e tratamento de cerca de 80%
dos problemas de saúde dos usuários. É nessas unidades que a população tem
acesso a medicamentos gratuitos e vacinas, faz atendimento pré-natal,
acompanhamento de hipertensos e diabéticos e de outras doenças como tuberculose
e hanseníase. As UBS são a porta de entrada do SUS, contribuindo para o aumento
da qualidade de vida e para a redução dos encaminhamentos aos hospitais.


UPA As Unidades de Pronto Atendimento (UPA)
funcionam 24 horas por dia, sete dias por semana e podem resolver grande parte
das Urgências e Emergências, como pressão e febre alta, fraturas, cortes,
infarto e derrame. A estrutura simplificada, com raio-X, eletrocardiografia,
pediatria, laboratório de exames e leitos de observação, colabora para a
diminuição das filas nos prontos-socorros dos hospitais. Nas localidades em que
estão em pleno atendimento, as unidades têm capacidade para atender sem
necessidade de encaminhamento ao pronto-socorro hospitalar mais de 90% dos
pacientes.


Os
postos de Saúde são a porta de entrada do SUS. São a eles que as pessoas devem
se dirigir para consultas de rotina, acompanhamentos médicos, receitas e
vacinas. “A UBS é a porta de entrada dos pacientes na rede municipal de saúde,
são todas preparadas e com profissionais capacitados para atender
eficientemente às pessoas na região em que moram. E nas UBS, os profissionais
que lá trabalham, vão se articulas com os demais canais da rede municipal de
Saúde, para solicitar exames e consultas”, esclareceu Bianca Tourinho.”



Imagem da UPA de hoje (15) 10:30 horas
Então
qual seria o problema da UPA de Coelho Neto?



Demonstrativo de atendimentos realizados pela UPA de Coelho Neto no mês de janeiro de 2017


O
maior problema da UPA de Coelho Neto é que ela foi vendida para população como
um lugar dos sonhos. Onde todos, independentemente dos problemas, serão
atendidos prontamente, e sairão curados. Isso terminou por gerar uma
expectativa muito grande sobre a UPA, a ponto de as pessoas ignorarem as UBS
dos bairros, e buscarem atendimento diretamente na UPA, o que por muitas vezes
causa picos de pessoas na UPA em determinados horários, congestionando
completamente o atendimento, e quase sempre são pessoas que teriam seus
problemas facilmente solucionados nas UBS que sobrecarregam a UPA de Coelho Neto.

Demonstrativo de atendimentos realizados pela UPA de Coelho Neto no mês de fevereiro de 2017

Falando
em números, no mês de janeiro a UPA atendeu 4705 pessoas. Uma média de 151,774
pessoas por dia, sendo 6,323 pessoas atendidas por hora. Dessas pessoas, 89,39%
foram classificadas como atendimentos verde ou azul, isso significa dizer que
elas seriam atendidas satisfatoriamente nas UBS dos seus bairros, se tivessem
procurado atendimento médico nelas.  Já
no mês de fevereiro, a UPA atendeu 4317 pessoas. Tirando a média, temos que em fevereiro
foram atendidos por dia 156,107 pessoas por dia, com média de 6,504 pessoas por
hora. Dessas pessoas, 90,59% dos atendimentos foram classificados como verde ou
azul, e da mesma forma, poderiam ter sido atendidas satisfatoriamente em uma
UBS próxima de casa.  



Imagem da UPA de hoje (15) 10:30 horas

Segundo a Secretária de Saúde Cristiane Bacelar, a elevada carga
de pacientes que se tem visto na UPA de Coelho Neto, ocorre por conta de inúmeros
pacientes que buscam atendimento nas UPA quando poderiam procurar uma das UBS. A
verdade é que alguns pacientes classificados com as cores verde ou azul, como
casos de problemas de coluna por vários dias, infecção de garganta e problemas
crônicos como uma virose, não são prioridades no atendimento na UPA, portanto
demorarão para serem atendidos, já nas UBS eles seriam atendidos mais
rapidamente, e de forma até mais eficiente, e já sairiam de lá com medicação nas mãos. “Urgência é tudo aquilo que
acontece repentinamente, como por exemplo: você está dormindo e acorda com fortes
dores no peito, uma dor de cabeço surge inesperadamente, ou acordou com uma
febre muito alta, um lado do corpo fica dormente, dor intensa no braço
esquerdo. A orientação é não se medicar e procurar de imediato à UPA”, completa
a Secretária de Saúde Cristiane Bacelar.


Imagem da UPA de hoje 10:30 horas
A
principal problemática que ronda a UPA, é que muitas vezes o paciente não
compreende a Sistema de Classificação que impera naquela casa de saúde. O paciente
quando dá entrada na UPA, ele passa por uma triagem feita por um enfermeiro,
que identificará o grau de risco que o Paciente corre da seguinte forma:

  • Vermelho – Emergência: Necessidade de atendimento imediato, sem
    tempo de espera.
  • Amarelo – Urgente: Atendimento mais rápido possível, com até
    cinquenta minutos de espera.
  • Verde – Pouco Urgente: Média complexidade, pouco urgente, até duas
    horas de espera.
  • Azul – Não Urgente: consulta de baixa complexidade, atendimento
    de acordo com horário de chegada, de três a quatro horas de espera.

Protocolo de Manchester
Sistema de Classificação de Risco usado na UPA de Coelho Neto  

“Os pacientes classificados como urgentes são os que
necessitam de atendimento imediato, mas que não apresentam risco de vida. Já os
emergentes são aqueles que, se não forem imediatamente atendidos, podem evoluir
para casos mais graves e até óbito. Essa classificação é aplicada pelo
enfermeiro no momento da triagem. Por exemplo, a cor verde, com tempo de espera
de 120 minutos, seria aplicada a um caso de dor de cabeça há mais de 15 dias,
um estado gripal e dores no corpo – em que não há risco aparente. Neste caso,
ele também poderia ter procurado uma Unidade de Atendimento Básico (UBS),
diminuindo a demanda do Pronto-Socorro”, falou Iracely Vasconcelos enfermeira da UPA.
As
pessoas precisam ter a compreensão de que se ela foi classificada como risco
verde, logo, que tem classificação de risco amarela e vermelho passará na
frente. Sem falar que é convencionado no SUS que pacientes que vão para UPA e
terminam sendo classificados em Verde ou Azul, poderiam muito bem ser atendidos,
e de forma satisfatória, pela UBS mais próxima de casa. Claro que todos que buscarem auxilio na UPA de Coelho Neto serão atendidos, mas respeitando a Classificação, e o tempo da UPA.

Em resumo

Imagem da UPA de hoje (15) 10:30 horas

Como os números citados acima demonstram, a UPA está dentro de suas capacidades de atendimento. O que vem acontecendo é que a UPA alterna entre momentos de Pico, onde os corredores ficam lotados, com inúmeras pessoas buscando atendimento, e momentos de tranquilidade, onde quase não há procura. E acreditem, os momentos de tranquilidade são imensamente maiores que os momentos de Pico.

Sem falar que hoje, em Coelho Neto, há um ataque claro contra o Governo, pessoas que agem sem respaldo de informações, sem conhecimento técnico, e sem base em qualquer número, se aproveitam da falta de conhecimento de grande parte da população para disseminar mentiras, e fazer uma propaganda negativa da Cidade, e do órgão públicos do município.

Há UPA tem sim um grande problema, e não apenas ela, mas a atual Administração como um todo. E essa problema são pessoas sem credibilidade, sem respaldo, que não tem verdade, e acima de tudo sem compromisso com o desenvolvimento da cidade, torcedores do quanto pior, melhor. Não quero com isso dizer que o Município não passa por dificuldades, dificuldades tem, como se tem em todos os lugares, mas o Governo Municipal tem agido diuturnamente para resolver, e anemizar os problemas da população.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *