Prefeitura de Afonso Cunha emite nota sobre a suspensão no fornecimento de energia em Prédio do Conselho Tutelar

Ao final da tarde de hoje, quarta-feira (03/04), a prefeitura de Afonso Cunha em postagem feita em seus canais de comunicação prestou esclarecimentos a população sobre a suspensão no fornecimento de energia em prédio onde funciona o Conselho Tutelar.

Sobre o episodio mencionado, o Governo Municipal explicou que a suspensão no fornecimento de energia foi devido a uma divida no nome da empresa “Master Informatica”. No entanto, por motivos ainda não ficaram esclarecidos, o medidor de energia da empresa citada fica no mesmo prédio onde funciona o Conselho Tutelar.

Como a divida se encontra em nome de uma terceira parte, e de pessoa diferente da responsável pelo aluguel do prédio ao Governo Municipal, a Prefeitura de Afonso Cunha não poderia assumir a divida, sob risco de responder por crime de responsabilidade. Com isso, o secretário de administração Thales Paranhos permitiu que a Companhia Energética do Maranhão (CEMAR) procedesse com o a suspensão.

A Prefeitura de Afonso Cunha anunciou ainda que o Conselho Tutelar será transferido para um prédio anexo a Secretaria Municipal de Assistência Social, e que até a mudança ser concluída o Governo Municipal garantirá o funcionamento do Conselho Tutelar de forma provisoria até a mudança ser concluída.

Ao final. foi esclarecido ainda que todas as contas do Governo Municipal são agrupadas e que não há registro de suspensão no fornecimento de energia em prédios da Prefeitura de Afonso Cunha motivado por falta de pagamento, e lembrou ainda que “não é marca desse governo o calote em fornecedores, servidores e prestadores de serviço, prática que ficou no passado e que a cidade decidiu esquecer”. 

CONFIRA ABAIXO A INTEGRA DA NOTA EMITIDA PELA PREFEITURA DE AFONSO CUNHA

Faça um comentário