Polícia que prende Justiça que solta

População tem apoiado o trabalho da Polícia em Coelho Neto
Em Coelho Neto a população de modo geral é bastante consciente quanto a atuação da polícia no combate à criminalidade. Tanto a Polícia Militar como a Polícia Civil vem agindo com rigor na aplicação da lei e no enfrentamento à criminalidade. 
Um trabalho que até bem pouco tempo vinha dando bastante resultado. Em entrevista a TV local o delegado colocou que houve uma drástica redução no número de crimes entre janeiro e final de setembro, garantindo por um bom tempo a tranquilidade da população. 

Contudo, a cidade volta a sofrer com o que parece ser um retorno da criminalidade e não podemos deixar de perguntar o motivo disso. Conversando com alguns policiais que preferem não se comprometerem, o consenso da classe é que as Leis impedem o efetivo trabalho policial. “A mesma Lei que manda prender, é a que manda soltar”. 
Alguns dias atrás, quando chegou a denúncia de um assalto na região do Estádio Tancredo Neves a Polícia Militar agiu rapidamente, identificou o suspeito como sendo um elemento que já havia sido preso dois dias antes do acontecido, por assalto também. “Agem com a certeza da impunidade, sabem que se forem presos serão soltos no dia seguinte”, comentou um policial.

Recentemente tivemos o caso de um assalto a uma senhora, que resistiu não entregando o celular, e foi “agredida” pelo elemento. Novamente a Polícia agiu rapidamente no reconhecimento e captura do meliante, que foi solto no dia seguinte. “O sentimento é o pior possível, do que adianta prendermos o bandido se logo ele volta as ruas para cometer mais crimes”, falou outro policial. 
E concluindo, quero lhe falar que recentemente foram soltos, pela Justiça, mais dois assaltantes que estavam presos a pelo menos três meses por assaltos. São criminosos reincidentes que voltam as ruas sem nenhuma garantia de que “estejam recuperados”. 
Cabe destacar que o Juíz da Comarca de Coelho Neto está de licença do cargo, respondendo por nossa cidade o Juíz da Comarca de Buriti, que muito pouco conhece de nossa realidade. 
Onde vamos para assim, uma Polícia que prende e uma Justiça que manda soltar?
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *