Oposição faz da Câmara de Timon a casa da mão joana

Definitivamente o parlamento de Timon vive sua legislatura mais sombria e improdutiva, principalmente pelo fato da oposição, hoje em maior número, fazer de tudo para constranger o Poder Executivo Local, usando quase sempre métodos pouco ortodoxos, agindo muitas vezes em contrariedade ao interesse público e da população, visando apenas causar prejuízo políticos ao prefeito Luciano Leitoa (PSB) buscando claramente algum benefício eleitoral em 2020.

Nessas tentativas absurdas manchar o prefeito, a oposição tem feito da câmara um verdadeiro circo, aprovando projetos incoerentes em contrariedade as normas constitucionais, ofendendo juízes e promotores, atropelando decisões judiciais, promovendo audiências e convocatórias que não levam a lugar algum, e mais recentemente, transformando-se em rinha de luta livre com troca de socos e chutes vereadores.

Na sessão de ontem, quarta-feira (04/06) mais uma página negativa para a casa. Logo no início um vereador da oposição disse que o prefeito tinha o “Bico Preto” e um vereador governista contra-atacou mandando o parlamentar sair do armário (mas sobre estes e outros debates negativos produzidos pela casa nós vamos tratar em outra oportunidade).

O ponto alto mesmo da sessão de ontem foi a briga entre os vereadores Francisco Torres (MDB) e Raimundo da Ração (SD). Tudo teve pré-início quando o vereador Tiago Carvalho usou de sua fala para pedir mais respeito entre os colegas, pois a Câmara estaria muito desgastada com a opinião pública pelas suas baixarias. A vereadora Cláudia Regina discordou dizendo que não entendia assim e que era preciso dar o nome dos colegas metidos em confusão.

Com a palavra, o vereador Francisco Torres concordou com Tiago Carvalho, mas foi acusado de fugir da pauta por Ramon Júnior, momento que Torres retruca dizendo que ele não fez essa observação quando Cláudia Regina falava. Próximo de Torres, Raimundo da Ração também discorda de Torres e os dois trocam acusações impublicáveis e começa a briga entre os dois.

Confira os vídeos abaixo:

Com informações do Elias Lacerda.
Faça um comentário