Oposição bate cabeça

Que o ex-prefeito Soliney (PMDB), está querendo a vaga de líder da oposição, disso eu não duvido, inclusive ele
já deu claras demonstrações disso. Agora que o vereador Rafael Cruz (PMDB), seria
oposição, disso eu desacreditava. Apesar dele ter declarado esse posicionamento, eu não acreditava porque vejo Rafael como um homem esperto, e seu pai, o ex-prefeito Antônio Cruz, entende
como ninguém o tabuleiro político da cidade.
Ex-prefeito Soliney Silva (PMDB) e vereador Rafael Cruz (PMDB)
Agora o vereador bancar a história
sem pé nem cabeça contada pelo ex-prefeito Soliney, isso já é um pouco demais.
Ainda mais porque a história de um, não bate com a história contada pelo outro.
Vamos analisar
Aqueles que são integrantes do
grupo de WhatsApp Política & Opinião, receberam em primeira mão, na tarde de ontem (17), um áudio do
ex-prefeito Soliney, onde ele fala a respeito dos empenhos que ele “supostamente”
fez. Segundo Soliney, todo o dinheiro que foi recebido até dia 29 de dezembro,
foi usado para pagamentos, de fornecedores, prestadores de serviço e uma parte do funcionalismo público. Mas todo o dinheiro que caiu nos dias 30 e 31 de
dezembro, segundo o próprio Soliney, foi empenhado para o pagamento dos servidores que faltavam, de fornecedores, e novamente prestadores de serviço. E segundo o ex-prefeito, o banco foi comunicado
oficialmente.
Demonstrativo com Recurso da Repatriação na conta da prefeitura
Referente ao período 30/12 a 31/12 
Agora vejamos, dias 30 e 31 de dezembro a soma
de todo o dinheiro que caiu nas contas da prefeitura foi de R$ 3.054.688,22
(três milhões, cinquenta e quatro mil, seiscentos e oitenta e oito reais e vinte
e dois centavos). Isso é o registro oficial, que qualquer cidadão pode consultar
no site do banco do Brasil.  
Demonstrativo com recursos do FUNDEB na conta da prefeitura.
Referente ao período 30/12 a 31/12 
Só que no áudio enviado pelo ex-prefeito
Soliney, no grupo Política & Opinião, ele afirma que foram mais de sete milhões
de reais empenhados.  
Mas como assim Soliney, a cidade
recebeu nos dois dias pouco mais de R$ 3 milhões, o senhor tirou os outros R$ 4
milhões de onde? E não venha dizer que é sobra acumulada do mês, porque no áudio
enviado pelo senhor, você diz claramente que usou todo o dinheiro do mês até
dia 29 de dezembro. Está lá no áudio!
Agora, o curioso é que o vereador
Rafael Cruz conta outra história, bem diferente da narrada pelo ex-prefeito
Soliney. Em entrevista ao blogueiro Ezequias Martins, o vereador atribuiu ao
dinheiro empenhado valores diferentes.
Em trecho da entrevista ao
blogueiro, o vereador diz o seguinte: “O
valor em dinheiro da “Repatriação”, é de 1. 097.404.60”.  (Um Milhão, noventa e sete mil, quatrocentos e
quatro reais, e sessenta centavos) ”. Já o da estimativa FUNDEB, com base na
portaria de nº 11/30-12- 2015, é no valor de  2. 894. 535,53 (dois Milhões
oitocentos e noventa e quatro mil, quinhentos e trinta e cinco reais, e
cinquenta e três centavos” De 2016, que vai cair no dia 31 de janeiro de 2017. As
receitas empenhadas no total, 3. 991. 940. 13, “três milhões novecentos e
noventa e um mil, novecentos e quarenta reais e treze centavos” estão
designadas para quitação de suas respectivas despesas.
”.  
Trecho da fala do vereador Rafael Cruz ao blog Ezequias Martins
Veja só o valor referente a
Repatriação está correto. Agora a parte estranha na fala do vereador Rafael
Cruz, é que parte do dinheiro que será usado para pagar os salários dos
servidores, fornecedores, e prestadores de serviço do governo Soliney, só
cairá dia 31 de janeiro deste ano. Não acreditam, leiam novamente a fala do
vereador, podem até ir ler a postagem no blog do Ezequias. Está lá, preto no
branco!
Na pratica meus amigos, pela fala do
vereador, o ex-prefeito Soliney quer usar para pagar suas contas um dinheiro que nem sequer
era da gestão dele, é do governo Américo de Sousa (PT), tendo em vista que cairá apenas dias 31 de janeiro deste mês. E senhores, nem teria como
pagar, porque como o próprio vereador disse, o dinheiro só entrará nas contas
da prefeitura dia 31 de janeiro, final desse mês. Essa é uma história sem pé
nem cabeça!
Como esperar que o banco pagasse os servidores dia 01 de janeiro, se o dinheiro a ser utilizado para paga-los só cairá dia 31 de janeiro, final do mês. Que loucura é essa?
Amigos leitores, analisem tudo isso a
fundo, vejam se algo nessa história tem sentido. Primeiro Soliney diz que
empenhou os recursos da repatriação e FUNDEB que caíram no dia 30 de dezembro.
Mas o vereador Rafael diz que os recursos empenhados foram o da Repatriação,
que caiu dia 30 de dezembro, e de um FUNDEB que cairá apenas dia 31 de janeiro,
ou seja, final desse mês. Depois Soliney diz que o total empenhado é pouco mais
de R$ 7 milhões de reais. Já o vereador Rafael fala diferente, segundo ele, o
total empenhado é quase R$ 4 milhões de reais.
Essa é uma história totalmente sentido,
é impossível acreditar que algo nisso tudo seja verdadeiro. São tantas
informações desencontradas que essa suposta oposição apresenta, que eles mais
parecem baratas tontas, batendo cabeça, em um salão escuro.
Coerência meu povo, vamos ter coerência.

  
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *