O show dos hipócritas

Nos última dias uma sucessão de fatos estranhos tomaram conta da cidade, com um pequeno grupo de “bezerros desmamados” tentando inflar na população uma falsa sensação de abandono em Coelho Neto, “gritando” desesperadamente em praça pública que a cidade estaria abandonada. 
Sem credibilidade e sem respaldo da população
O discurso deles até poderia ”colar” ou fazer algum sentido, se fossem os rostos tão conhecidos pelo mau-caratismo que lhes são bastante próprios. Muitos deles, os principais, tidos como cabeça, a população reconhece como parte de um “bando” de insatisfeitos, não com um eventual abandono da cidade como gostam de alardear, mas porque estão de bolsos vazios e sem as regalias a que tanto se apegaram. 
Por exemplo, naquele meio havia “professores” que passaram mais de dez anos sem pisar em sala de aula, e que agora “birram” mais que tudo porque tem que exercer a profissão, e isso ganhando menos do que recebiam para ficar em casa espalitando os dentes. Haviam “vigias” que passaram anos sem vigiar nada, apenas em casa com o salário caindo na conta e com direito a gratificação. 
A vida deles era tão mansa, que o ex-prefeito Soliney (MDB) atrasava os salários de todo funcionalismo municipal em 20, 30, 45 dias e eles nada falavam. A cidade passou 03 meses sem coleta de lixo, e eles ficavam caladinhos sendo subservientes. E quando o Ministério Público foi para dentro dos Postos de Saúde, no Hospital Maternidade e nos CAPS para logo em seguida anunciar a falência da Saúde de Coelho Neto, e decretar o “caos” na rede municipal de saúde, eles não disseram nada, não se manifestaram, e ficaram encolhidos quietos no canto, porque sabiam que o gordo salário que comprava suas consciências podia atrasar, quando caísse na conta compensava a humilhação. 
Acreditem quando digo, que havia ali em meio a pessoas boas e inocentes, um bando de aproveitadores e oportunistas que só querem voltar para “teta” fácil a que se acostumaram, e pasmem quando falo que estes eram os que mais gritavam enfurecidos. 
Mas eles precisam entender, que em eleição aqueles que ganham governam, e quem perde tem respeitar. Precisam enxergar, que apesar dos seus gritos desesperados para voltarem a “mamar”, a população tem visto que as coisas não são como eles dizem, pois como ficou demonstrada na última votação, o Governo tem boa aceitação, e o trabalho tem tido o devido reconhecimento.
Faça um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Olá 👋
Como podemos te ajudar?
Envie-nos uma mensagem agora para obter ajuda.
Powered by