O remendo do Luis Serra

Na tentativa de justificar o injustificável Luis Serra na tarde de hoje tentou explicar através do Portal Gaditas os motivos que levaram ele a lutar contra a desapropriação e posterior reabertura do Hospital Ivan Ruy. 
Usando o discurso da perseguição Luis Serra disse que “desde o início se colocou à disposição para ajudar no processo solicitando apenas que fosse preservada a área da Escola Dona Galiana que é mantida por ele e que tem planos futuros para ampliação”. 
Decreto deixa de fora da desapropriação imóvel onde funciona a Escola
Luis Serra só não explicou porque o pedido de liminar dele é no sentido de impedir toda desapropriação e não apenas uma parte, ele poderia muito bem ter pedido que apenas área da Escola fosse preservada. 
Aliás por que mesmo a Escola se encontra em nome de terceiro?
Se manifestando de forma não oficial, a Procuradora Geral do Município de Coelho Neto, Francisca Meire, declarou no Grupo de WhatsApp Política & Opinião que a área da Escola está sendo sim preservada, conforme solicitado pelo empresário. 
Diante das evidências só podemos concluir o grande embuste que era a campanha do Homem do Chapéu, e o quanto sua palavra é inconstante. 
Tudo foi apenas uma encenação
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *