O Coronel e o agressor de Policiais, incoerência?

O instável deputado estadual Fábio Macêdo reuniu-se em almoço com o pré-candidato a prefeito de Timon Coronel Schnneyder (PRB), com o presidente da câmara de vereadores Helber Guimarães (PEN) e o suplente de vereador Leandro Bello (PROS).

A foto chama atenção pela incoerência do pré-candidato, que diz ter base no meio evangélico, mas discute o cenário político da cidade com um figura controversa, envolvida em inúmeros escândalos além de não ter nenhuma ligação com Timon.

Para que não lembra, algum tempo atrás Fábio Macêdo brigou com o cantor Léo Cachorrão durante uma festa em conhecido bar de Teresina. Em meio a sua exaltação agrediu um músico e também um policial da guarnição que fora chamada para encerrar o tumulto. Logo após o deputado foi gravado em tom de ameaça  dizendo mandava matar gente, se apresentando como filho de um conhecido empresário e tentando intimidar a polícia usando do cargo. (RELEMBRE AQUI).

Cabe destacar, que em dois mandatos como deputado, Fábio Macedo nunca destinou qualquer tipo de ajuda para a cidade.

Schnneyder personifica hoje o vale tudo político que virou a disputa eleitoral de Timon, não importando os meios para alcançar seus objetivos.

Um triste início para quem se diz renovação.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *