Não sairemos!

Invasão no Bonsucesso

Na manhã de ontem, a prefeitura chamou os alguns dos “invasores”
que ocuparam terras no Bonsucesso, para lhes entregar 
os
documentos de concessão de direito real de uso. De
acordo com a Secretaria de Assistência Social, apenas famílias que se encontram
em grave situação de vulnerabilidade social e cadastrada no Cadastro Único foram
beneficiadas. Ainda de acordo com a Secretaria os critérios adotados foram os
seguintes:
Idoso como responsável
familiar; Pessoas com deficiência;
Mãe solteira
com filhos de até 6 anos de idade;
Pessoa com doenças crônicas na família; Família com maior número
de crianças; Famílias mais numerosas;
Família de menor renda.

Mas há quem diga que os critérios
não foram esses. Segundo relatos de pessoas que estão na “invasão” desde o princípio,
muitas foram os beneficiados que tem uma situação financeira confortável, em relação
a outros que não receberam a concessão. Dizem que tem gente ali que está apenas
servindo de laranja para outros, assim como tem pessoas que já possuem casa própria,
que são donos de carro, alguns até são comerciantes, enfim, são diversas as irregularidades
apontadas nessa distribuição feita ontem pela prefeitura. Ainda há quem alegue
que nunca foi chamado para uma entrevista social, ou para apresentar quaisquer documentos
que comprovem a situação de vulnerabilidade.

Paulo Verdan, planeja resistir. 
Diante tudo isso, Paulo Verdan está convocando a todos que não receberam o título de
cessão, e que se sentem prejudicados por essa seleção, a não desocuparem. A
ideia é manter uma resistência, e provocar um diálogo com o governo, e chamar a
atenção dos outros poderes constituídos na cidade para que as falhas na distribuição possam ser corrigidas. Paulo Verdan também espera que a sociedade abra os olhos para mais essa injustiçada cometida no apagar das luzes desse
governo.  
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *