Justiça Federal determina bloqueio superior a R$ 8 milhões nas contas do ex-prefeito Soliney.

Soliney Silva e Rosângela Curado teria agido juntos para desviar recursos federais da Saúde de Coelho Neto, aponta liminar.

O corrupto ex-prefeito de Coelho Neto Soliney Silva (MDB) vê seus problemas aumentarem no Poder Judiciário dia após dia  sempre que a Justiça se debruça sobre os mal feitos de sua contubarda gestão do município.

Em decisão recente, a Justiça Federal determinou bloqueio superior a R$ 8,2 milhões das contas e a indisponibilidade de bens do ex-prefeito, em uma ação que também atinge a ex-secretária de Saúde Rosângela Curado.

Decisão da Justiça Federal bloqueia bens e recurso de ex-prefeito e ex-secretária de saúde.

A decisão é baseada em relatório do DENASUS que apontou “malversação de recursos públicos federais, originariamente destinados para tratamento de pacientes e procedimento de consultas para tratamento de glaucoma, gerando um prejuízo ao erário de R$ 8.278.517,20 (oito milhões, duzentos e setenta e oito mil, quinhentos e dezessete reais e vinte centavos”.

Com mais esta decisão, já se aproxima de R$ 40 milhões os valores que a Justiça confirma através de liminar terem sido desviados durante a gestão do corrupto ex-prefeito.

É pau de dar em doido. 

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *