Jogada ensaiada

A poucos minutos atrás o blogueiro Samuel Bastos publicou carta aberta atribuída a ex-prefeita Márcia Bacelar, onde elenca os motivos que levaram a ex-prefeita a abrir mão da indicação para o comando da Secretaria Municipal de Saúde.

No texto Márcia Bacelar revela que abre mão do cargo porque teria recebido ameaças de “quem deveria apoiar e torcer para o bem do governo“, em provável referência ao ex-prefeito Soliney Silva, pai do prefeito Bruno Silva (PP), que não esconde sua insatisfação por estar sendo excluindo das decisões administrativas do município.

Contudo, o mais surpreendente na carta atribuída a Márcia Bacelar é a sugestão da ex-prefeita para que o cargo de secretária de saúde passe a ser ocupado por Josely Almeida, tia de Bruno Silva. A sugestão é meio ilógica, porque Márcia abre mão de indicar aliados históricos, que sempre estiveram ao seu lado para privilegiar alguém com quem nunca teve relação alguma.

Caso a escolha por Josely de fato se confirme, será o segundo integrante da família materna de Bruno a ocupar cargo no primeiro escalão municipal, fazendo companhia a Márcio Almeida que foi indicado para a Secretaria de Infraestrutura.

Como disse mais cedo, tudo em casa.

Voltamos a qualquer momentos com mais informações.

Confira abaixo na íntegra o texto atribuída a Márcia Bacelar:

A população de Coelho Neto sempre me conheceu como uma mulher de posição, de palavra e de lado político. Quando abracei o projeto político encabeçado pelo então candidato a prefeito Bruno Silva foi por acreditar que ele seria a melhor opção para nossa cidade e felizmente a população entendeu o recado, dando a ele a maior votação da história política de nossa cidade.

Após a eleição, recebi o convite do então prefeito eleito Bruno Silva para assumir a Secretaria de Saúde, que graças a Deus foi bem recepcionada pelo nosso povo. Após isso, minha vida se transformou numa verdadeira “via crucis” e passei a ser atacada em blogs e redes sociais de forma absurda. Além das agressões em redes sociais, as ameaças veladas feitas até mesmo em forma de recado privado, mostra o ódio de alguns por minha presença do governo. Foi a maior campanha difamatória contra uma pessoa que alguém poderia experimentar sem qualquer razão de ser, em blogs pagos para esse fim com digitais que toda a cidade conhece.

Lamentavelmente descobri que quem pagava as matérias era justamente quem deveria apoiar e torcer para o bem do governo, mas não vou entrar nessa questão por entender que não serei a criar problema para o governo. Não apoiei Bruno em troca de cargo, apoiei em prol de um projeto em favor de nossa cidade.

 Após uma conversa com o prefeito Bruno Silva, comuniquei a ele que declinava do convite para ocupar a Secretaria de Saúde. A pedido do meu marido e dos meus filhos, não preciso expor o governo e nem me expor tanto em troca de um cargo, já que para ajudar o governo não preciso ter cargo.

Da nossa equipe, vários nomes poderão assumir o cargo, mas diante da necessidade urgente de dar continuidade ao nosso trabalho sugeri o nome da diretora do Hospital Josely Almeida, por entender que ela desenvolverá um grande trabalho à frente da pasta.

A nossa aliança com o prefeito Bruno Silva permanece sólida e nós continuaremos em posição de aliados de primeira hora para ajudar nesse projeto de transformar Coelho Neto.

Márcia Bacelar

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *