Datailha prepara mais uma mentira para contar em Caxias.

O Instituto Datailha é um velho conhecido na terra do poetas pela previsões furadas que fez nas últimas eleições na Princesa do Sertão, notória por sempre apresentar números que não condizem com a realidade, indo contra o senso comum e desafiando a inteligência dos caxienses.

Nas últimas duas eleições em que foi convidada a analisar o comportamento do eleitor de Caxias, o instituto que parece ter vocação para comédia, apresentou números que foram desmentidos vigorosamente nas urnas.

Em 2016 o piadista Datailha previu que o ex-prefeito Léo Coutinho (PSB) seria reeleito com grande vantagem, e como bem sabemos Fábio Gentil (PRB) venceu aquela eleição com boa margem de votos sobre o então mandante da cidade.

Em 2018, mais uma vez o Datailha desafiou a população, colocando que Cleide Coutinho (PDT) seria a deputada estadual mais votada pelos caxienses; cravou que o deputado do canudinho ficaria em segundo lugar; e que o saudose Zé Gentil (PRB) seria apenas o terceiro na preferência dos eleitores. Mais uma vez foi desmentindo pelas urnas, com Zé Gentil sendo o grande campeão, batendo recorde de votos dentro da cidade.

O Datailha registrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que andou aferindo recentemente a opinião dos Caxienses. No entanto, a dita pesquisa já anda provocando suspeições por trazer erros grosseiros no questionário, tal como apresentar como pré-candidato um tal de “Saba”, que muito provavelmente deve ser o empresário Cesar Sabá que vem a ser pré-candidato pelo MDB. Então, presumindo que o entrevistador do instituto seja de São Luís, onde fica sediado o Datailha, será que ele saberia explicar durante a entrevista para um eleitor com dúvidas que o tal “Saba” seria o pré-candidato Cesar Sabá?

Outra falha do Instituto é apresentar Paulo Marinho Jr, atual vice-prefeito, como pré-candidato majoritário ao Palácio da Cidade, quando ele mesmo já afirmou diversas vezes que continuará ao lado de Fábio Gentil, contribuindo para os avanços recentes e desenvolvimento da cidade. Seria uma tentativa de confundir?

A pesquisa do Datailha, que ainda não teve os números divulgados, já vem dando o que falar no meio político e nas rodas de conversa quando o assunto é eleição, suas trapalhadas e previsões furadas tem rendido boas risadas.

Aguardemos.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *