Coelho Neto vê dobrar o número de infectados por COVID-19.

No dia 18 de janeiro de 2020 o prefeito de Coelho Neto, Bruno Silva (PP), assinou decreto flexibilizando as medidas de combate ao COVID-19 dentro da cidade de forma a permitir a realização de “pequenos eventos”, atendendo pura e exclusivamente uma reivindicação de seus aliados.

Passados 15 dias da publicação do decreto, no boletim Publicado ontem, terça-feira (02/02), eis que o número de infectados pelo vírus dentro da cidade saltou quase 100% em relação ao boletim publicado no dia anterior, segunda-feira (01/02), indo de 68 casos ativos para 124. Um crescimento e tanto!

Nas redes sociais secretário adjunto da cultura comemorou o libera geral para eventos

É sabido por todo profissional de saúde, que o período de incubação do vírus no organismo até que os primeiros sintomas apareçam e que seja detectado a presença do vírus no organismo é de 15 dias, coincidindo precisamente com a data da assinatura do decreto já citado.

Após da publicação da medida assinada por Bruno Silva, viu-se nas redes sociais uma enxurrada de banners convidando a população coelhonetenses para participar de inúmeros eventos, e nunca se viu qualquer tipo de registro da prefeitura de Coelho Neto, através da Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária, fiscalizando estes evento e coibindo possíveis abusos, tudo correu solto e sem regras, criando as condições perfeitas para a disseminação do vírus.

Agora temos nas cidade um cenário de alta no número, e que pode ser ainda muito mais grave, tendo em vista que uma parcela significativa dos infectados não sentem qualquer sintoma, e por isso não buscam testar para saber se estão ou não com COVID-19.

Voltamos a qualquer momento com mais informações!

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *