Apagão na Saúde de Caxias

Quem procurar uma unidade de saúde o faz em um momento de vulnerabilidade, porque precisa de ajuda para algum problema físico ou até psicológico. Esperar encontrar no local uma estrutura mínima que lhe garanta um atendimento digno e com respeito.

Mas na UPA de Caxias tudo isso é ignorado ou esquecido, apesar dos esforços dos funcionários que lá trabalham, o Governo Municipal não faz sua parte. Com frequência, pacientes recorrem até redes sociais para denunciar falta de medicamentos, insumos e longas filas de espera.

Hoje, segunda-feira (22/04), uma mãe escreveu que foi até a UPA durante o final de semana com sua filha nos braços padecendo de uma febre de 39°. Esperou por mais de duas horas e nenhum médico apareceu, voltou para casa sem atendimento. Relatou ter visto ainda uma outra criança que também esperava por consulta havia muitas horas sofrer de convulsão no corredor da UPA enquanto aguardava pelo único médico plantonista, só então agilizaram o atendimento.

Mas o pior ainda estava por vim, durante a madrugada Caxias sofreu uma blecaute, e a UPA que deveria ter um gerador para situações como essas ficou às escuras, inviabilizando assim o atendimento médico de urgência e também todos os procedimentos de emergência.

São por situações como essas que a UPA de Caxias acumula o maior número de mortes do Maranhão, em nenhuma outra casa de saúde em todo estado se morre tanto quanto na UPA de Caxias.

Faça um comentário

Um comentário em “Apagão na Saúde de Caxias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá 👋
Como podemos te ajudar?
Envie-nos uma mensagem agora para obter ajuda.
Powered by